segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

ZOO8.

Esse post é especial, apesar de simples. Escrevi com todo o sentimento do mundo, e com muito carinho a todos os que fizeram parte dos meus dias desde 2008. Muito pessoal, mas é inevitável expressar o que senti ao vê-los partir.

Tédio e impaciência tomam conta dos meus dias. Eu queria poder voltar no tempo mais do que nunca. Não mudaria nada. Nem um segundo sequer. Foi no momento em que os vi partindo que eu percebi o quanto foram importantes. Eu já sabia que os amava, mas não sabia a intensidade e o poder que isso tinha sobre mim. E então eu caí. Perdi toda e qualquer esperança de sorrir no ano que seguirá. Sem eles não terá graça alguma.
Alguns riem, dizem que é bobagem. Mas ninguém viveu com tanta intensidade o que nós vivemos em tão pouco tempo. Foram apenas três anos, mas sabe quando um breve instante eterniza e a recordação dos sorrisos persegue? Eu sei. Tenho guardados em mim milhares desses minutos perfeitos. E não há quem possa levar embora a agonia de vê-los partir. Achava que estava aproveitando tudo mas quando percebi, terminou e eu queria mais!
E o que mais dói é a sensação do nunca mais. É a certeza de que nunca mais eu viverei dias iguais aqueles. Dias em que nada importava e tudo o que fazíamos era rir dos problemas e beber qualquer coisa que tivesse álcool. Eu já sinto falta antes mesmo de pisar novamente naquele lugar. Eu sinto falta de tudo o que vivemos. E podem ter certeza que os momentos ali vividos vão ficar pra sempre na memória de todos que sentiram o mesmo que eu.

Eu amo vocês e isso não termina aqui!

Dedico a: Lorete, Dani, Carol, Gé, Laísão, Mandy, Micheli, Rafael Z., Andy, Kuko, Boiani, Itacir, Rangel e até mesmo a Sabrina. Por todos os momentos felizes que eu vivi no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Bento Gonçalves (pra mim eterno CEFET)!

3 comentários:

  1. Cada segundo teve a intensidade de toda uma vida. Palavras são poucas para descrever o quanto sentirei falta disso e o quanto amei cada um. Mas as lembranças são eternas. É isso que consola, ao menos. E os sorrisos, bom, nostálgicos ou não, eles virão a cada eco da presença dessas pessoas, por que os gritos, as lágrimas, os sorrisos, e porres vão estar sempre nos lembrando de quem eles foram e do quão importante são. Eu amo vocês para sempre e mais além!

    ResponderExcluir
  2. Hááááá, ki merdaaa. Cada momento vivido, com cada pessoa, mesmo aquelas mais chatas, quanto aquelas mais importantes, foi tão especial, tão importante, tão fundamental.
    Rir dos problemas, dos desastres, das notas beem abaixo de 7, dos dias pós bebedeiras, das festas, de tudoo,tudoo mesmo er aperfeitoo. Agora o que resta são as fotos e as lembranças, que esta "parte" das nossas vidas foram vividas perfeitamente perfeitas com pessoas maravilhosamente maravilhosas. Amo e sinto saudades de cada respiro que dava naquela escola. Pra sempre, eternamente Zoo. ♥

    ResponderExcluir
  3. agora eu sei mais do que nunca o que é sentir que as pessoas que importam tanto estão te deixando, vão embora e mesmo que ainda as veja saber que "...nada será como costuma ser..."
    amo eternamente toda essa cambada(os que foram e os que já vão)

    ResponderExcluir