quinta-feira, 10 de setembro de 2009

i realize...



Tava me perguntando como é possível sentir saudade de algo que nunca tive. Talvez seja um tipo diferente de saudade, ou uma vontade muito grande de ter esse alguém por perto. É que eu olho as fotos, eu lembro das coisas que eu queria que acontecessem, que eu criava e ainda tinha esperança de tornar real, ai eu vejo que tudo não passou de ilusão; eu já tinha percebido, mas por um minuto queria acreditar de novo que ia acontecer. Sonhei ai então eu percebi que tudo que eu fingi não sentir por tanto tempo, isso que eu tentei esconder de mim mesma só pra amenizar a dor, foi em vão. Porque esse sentimento continua aqui, eu luto pra não pensar, mas no final, eu sei muito bem o que eu sinto, e não quero mais sentir. Queria poder mandar isso embora, pra finalmente ter paz e seguir em frente sem que isso me torture; apagar de mim tudo que já doeu, e me concentrar em alguém que realmente se importe. Mas é sempre em vão. Cada olhar não correspondido e cada palavra que eu queria dizer e não disse também cada minuto dos meus dias em que eu sentia a rejeição, e tanta coisa que ouvi que me dilacerou, apenas algumas palavras conseguiram destruir qualquer vestígio de positividade que existisse em mim. Mas tudo que vai, volta; pelo menos assim espero.

2 comentários:

  1. Tu sente saudade de algo que nunca teve?
    Então tuas lembranças sobre essa pessoa ou coisa são imaginárias.

    A partir daí tu já volta pra ilusão. E ilusão é aceitável.
    Problema resolvido!

    ResponderExcluir